martes, 15 de enero de 2008

Escorregar


Hoje pela manhã escorreguei, sim...vinha de pesada mochila, carregada de papeis inúteis as costas e numa traiçoeira poça de água escorreguei, caindo de nádegas no pavimento. Sai ileso sem nenhuma macela física a não ser psicológica. Quantas vezes não resvalei nas situações? Muitas!

A piada esteve na forma em como me ergui e no padrão do pavimento, também chamado de "calçada portuguesa". Raios partam que é muito bonita dita calçada, mas muito perigosa.

2 comentarios:

zeni dijo...

As mazelas psicológias doem pa' caramba!

O mais importante é tentar não cair nos mesmos buracos!

Anónimo dijo...

Upa!!!...:-)

isabel