lunes, 25 de febrero de 2008

O Guarapo da Cana

Vasculhando no youtube, encontrei um tema que não ouvia faz anos e como esta minha cabeça é daquelas que dispara tanto para o passado como para ideias sobre as coisas, lembrei-me de escrever algo sobre letras de canções e seu sentido duplo.
A imagem que coloco é da cana do açúcar. A cana para produzir açúcar, se espreme, não com as mãos e sim num "trapiche" num "Central", a "melcocha" é o "guarapo" ou suco da cana espesso em fase de produção... e não vos demoro mais...

El Guarapo y la Melcocha (Ver video)

Letra original____________(Traducção)

Yo tengo un cañaveral ( Eu tenho um canavial)

en una zanja de yuca (numa vala de mandioca)

y los pollos del central (E los frangos do Central)

dicen que yo soy de azúcar. (dizem que sou de açúcar)

Si tomo guarapo por la madrugá (Se tomo suco de cana pela madrugada)

lo bueno se queda, lo malo se va. (o bom fica e o mau vai embora)

Con esa melcocha tan bien amasá. (Com essa "melcocha" bem amassada)

lo bueno se queda, lo malo se va. (o bom fica e o mau vai embora)

No te vengas dando brocha (Não me venhas com conversa)

porque yo no creo en guapos (porque não acredito em broncos)

porque si tú eres melcocha (porque se tu és "melcocha")

yo soy champú de guarapos ( eu sou champô de "Guarapos")


Interpretação:

"Eu tenho um canavial": Todos temos um "canavial" a não ser que nos depilemos..."numa vala de mandioca": No meio duma vala ou ranhura com uma "mandioca" ou "mandioquinha", conforme seja o caso..."E los frangos do Central": e as mulheres da aldeia..."dizem que sou de açúcar": dizem que quem canta, é doce, saboroso...apetitoso...."Se tomo suco de cana pela madrugada": dicem que o suco de cana possui poderes levantatorios na mandioca, tomado pela madrugada..."o bom fica e o mau vai embora": Sim, no caso de haver ejaculação ou não..."Com essa "melcocha" bem amassada": Aqui, notamos uma referencia ao órgão sexual feminino em estado aquoso amassado..."Não me venhas com conversa": Aqui mudei o dar brocha, por conversa, porque "dar brocha" significa passar a mandioca continuamente pelo órgão sexual feminino até ficar no seu estado aquoso..."porque não acredito em broncos": aqui a letra dissimula a questão e fala no masculino, para desviar a atenção...não te fazas a difícil seria a interpretação correcta..."porque se tu és "melcocha": Porque se te pões melosa, pastosa..."eu sou champô de "Guarapos": Bom...o champô faz espuma...

No hay comentarios: