martes, 11 de marzo de 2008

Conflitos Profissionais

Nos tempos que levo como músico, já presenciei muitas situações desagradáveis entre colegas, o que é uma pena...
Normalmente sou apaziguador e tento não tomar partido de nenhuma facção, até porque a questão que se levanta é muito grave e num ápice se tornará pública em certos "tachos".
O meio torna-se muito pesado, o consumo de drogas não é justificação para a falta do pagamento ou para posturas eticamente incorrectas . Tenho pena que dois grandes músicos e amigos se encontrem neste momento, numa rota de colisão sem retorno.

Desde pequeno que vivi situações similares. Invejas, egoísmos, mal entendidos, faltas de respeito pela música em si...atrasos, falta de tolerância, muita sacanagem...

A música tem uma coisa muito curiosa:

Mesmo sendo gerada em ruptura pessoal com os outros, ela continua a soar...está por cima das merdas dos conflitos profissionais. Músicos que nem se falam, nem simpatizam , mesmo assim conseguem tocar juntos. Desta vez isso tal vez não volte a acontecer...e eles pelos seus caminhos divergentes continuem a fazer boa música, essa é minha esperança, que de certeza se cumprirá...

Boa Viagem para todos....eu estou noutra.

No hay comentarios: