jueves, 6 de marzo de 2008

Portugueses em Cuba

Conta a lenda que quando Colombo, não o centro comercial...o descobridor das Américas, chegou as Caraibas, iam com ele alguns tugas e que por isso puseram o nome de Cuba à ilha, por causa dos alentejanos que iam na balsa do Almirante...sem falar do seu filho Diego Colombo, lisboeta de nascença .

Entre os tugas célebres que viveram na ilha podemos contar com, Eça de Queiroz, para quem não souber, escritor e não o nome duma rua, que no final do século XIX foi Cônsul de Portugal em Havana, sendo um assíduo frequentador do Café Columnata Egipciana. Faria de Vasconcelos, pedagogo. Realizou em Cuba um extraordinário trabalho entre 1915 e 1917 na promoção de novos métodos de ensino da "Educação Nova", tendo fundado várias escolas e agora a educação em Portugal está o que está, ainda nos acusam de roubar tugas professores. Adelino Mendes, revolucionário. Filho de camponeses da Lousã,que em 1936, participa na conhecida "Revolta dos Marinheiros, no rio Tejo, contra Salazar.Apesar de perseguido consegue ingressar na marinha mercante, em 1941, tendo desta forma fugido para as Caraíbas, onde se exila em Cuba. Começa a colaborar com o Partido Socialista Popular (PSP, comunista) na luta que, em 1959, levou ao derrube do ditador Fulgêncio Baptista pelos rebeldes comandados por Fidel, Che Guevara e Camilo Cienfuegos. Morreu em 1975, sendo condecorado a título póstumo, o que é foi sempre normal. Annie Silva Pais, filha única de Silva Pais, o chefe da Polícia Política em Portugal ( PIDE). Em Outubro de 1965 abandona a família e abraça a causa da revolução, militando ao lado de Che Guevara, Fidel de Castro e José Abrantes, ministro do Interior que acabará morto numa prisão cubana, no famoso processo “Ochoa”. O caso Annie abala a ditadura em Portugal que procura manter tudo em segredo....



O texto foi encontrado por mim aqui...mudei só algumas coisas... podia descambar...


1 comentario:

Anónimo dijo...

Viva Españaaaa!!!!