viernes, 10 de octubre de 2008

Historia da Timba

Isto foi-me contado por um colega músico, que é daqueles que engata as conversas duma forma alucinante.

Nós os hispanoparlantes temos fama de pronunciar os termos em inglés duma forma caricata.

Em Cuba e zonas adjacentes existe um prato que se chama "Fufú" de Banana, uma espécie de puré de banana com manteiga, alho ou o que houver...
Conta a lenda que no século XVIII os ingleses tomaram a maravilhosa cidade de La Habana e herdaram uma população faminta de escravos (os escravos eram os famintos, nada de canibalismos nessa época). E para resolver a situação cozinhavam panelas enormes de banana. Antes de dar o tacho diziam: "Food"...Food" A malta passou a chamar á banana cosida "Fufú" graças a um mix de humor british e afro- caribenho.

Esse amigo contou essa, e claro ri como um perdido. Engatou o tema e contou a história do termo "Timba" para designar o género musical cubano.
Pelos vistos, foram os americanos a introduzir, ou pelo menos os que originaram a derivação do termo "Timber" que gritavam os lenhadores antes da árvore poder cair por acidente nos cornos dalguém. O termo converteu-se em "timba" para designar uma coisa grande e grossa, potente...não tenham maus pensamentos.

Depois apareceu o doce de goiaba em barra e como era uma forma inovadora de conservar o doce de goiaba e pelo aspecto grosso, passou a chamar-se "Timba". "Que vais comer à hora do almoço?"..."Pão com Timba". Quando as orquestras começaram a tocar um género que não era a Salsa e para distinguir começaram a chamar "Timba" ao "Songo".

Timba não é Salsa, e Salsa progressiva também não é Timba.


Timba: Também designa um batuque ou tambor.

Barra de "Timba":

Algumas Bandas de "Timba"
- Los Van Van
- Puppy y los que Son, Son
- Charanga Habanera
- Etc..

Continua.... (se me apetecer)

1 comentario:

Anónimo dijo...

tá!...-)))

bjs..isabel